Área de Proteção Ambiental Ilha do Bananal Cantão
 

            A APA Ilha do Bananal / Cantão foi criada no dia 20 de maio de 1997, através da Lei nº 907. Com área de 1.678.000 hectares, abrange os municípios de Abreulândia, Araguacema, Caseara, Chapada de Areia, Divinópolis, Dois Irmãos, Marianópolis, Monte Santo e Pium.

            É a maior Unidade de Conservação do Estado do Tocantins e contribui de forma direta para a manutenção da biodiversidade do Parque Estadual do Cantão, cuja zona de amortecimento localiza-se em seus limites. A imensa variedade de recursos hídricos e a diversidade de ecossistemas existentes no seu interior faz desta Unidade de Conservação um lugar privilegiado.

Nesta área a exploração e o aproveitamento econômico direto ou a exploração dos recursos naturais são permitidos, de uma forma planejada e regulamentada. Com o objetivo de aperfeiçoar sua gestão, visando à melhoria da qualidade de vida da população residente e à proteção dos ecossistemas regionais, foi reestruturado o Conselho Gestor da APA Ilha do Bananal/Cantão. Este Conselho é deliberativo, conforme determina o artigo 47 da Lei nº 1.560 (2005) que dispõe sobre o Sistema Estadual de Unidades de Conservação - SEUC.

A APA possui um Zoneamento Ambiental, que estabelece normas de uso, condições bióticas, geológicas, agropastoris, extrativistas e culturais da região.  As atividades econômicas dos municípios pertencentes à APA Ilha do Bananal/Cantão devem ser orientadas pelo seu Zoneamento, que divide a Unidade em quatro zonas de manejo, a saber:

 

- Zonas de Usos Especiais (1,27 %): São áreas totalmente descaracterizadas do ponto de vista de paisagem natural, abrigando ambientes urbanos e periferias;

- Zonas de Conservação de Vida Silvestre (17,46 %): Esta zona foi estabelecida em locais que apresentam necessidades específicas de conservação ambiental, refletindo medidas mais rigorosas de proteção, aplicando projetos de recuperação ambiental quando for necessário;

- Zona de Preservação de Vida Silvestre (16,22 %): São áreas que apresentam como principais características: interferência mínima nas formações vegetacionais e características faunísticas e nos aspectos físicos, com baixa ou quase nenhuma pressão de uso e alteração antrópica e;

- Zonas de Desenvolvimento Econômico (65,1 %): Esta zona tem como função primordial consolidar novos padrões tecnológicos de produção agrícola e pecuária, que racionalizem a utilização dos recursos naturais da APA, bem como abrigar o desenvolvimento de alternativas econômicas de forma sustentável. Esta zona foi estabelecida com base nas características edáficas da região, no atual uso do solo e nas potencialidades da APA.

            Com relação ao Plano de Manejo da APA, há o anseio, por parte do Conselho Deliberativo, que aconteça a revisão do existente. Esta revisão já está prevista, e será construído com a participação dos conselheiros e das comunidades e grupos inseridos na APA.

Endereço
Rua dos Estrangeiros, S/N
Bairro/Setor: Setor Planalto CEP: 77690-000
Araguacema - TO
Contatos Abrangência Estadual/Municipal
Município: Abreulândia - TO
Município: Divinópolis do Tocantins - TO
Município: Dois Irmãos do Tocantins - TO
Município: Caseara - TO
Município: Marianópolis do Tocantins - TO
Município: Monte Santo do Tocantins - TO
Município: Chapada de Areia - TO
Município: Pium - TO
Município: Araguacema - TO
Atos Legais
Data Tipo Doc. Legal Finalidade Documento Área (ha)
19/10/2010 Lei de Criação Criação 1570020.49
 

Áreas Protegidas - Telefone: (63) 3218-2678